• Alexandre Nasiasene Gomes

Fórum Econômico Pós-pandemia discute retomada do crescimento no DF

O Espaço Multiplicidade, representado por sua diretora-geral, Cristiane Pereira participa do Fórum Econômico Pós-Pandemia, com o tema: "TIC, Startup e Inovação". Realizado pelo Conselho Permanente de Políticas Públicas e Gestão Governamental do Distrito Federal, Cristiane reforça a representatividade feminina do setor produtivo no segmento de tecnologia e inovação.


Estiveram presentes na reunião os Presidentes dos sindicatos, institutos e associações: ASSESPRO DF, SINFOR, SINDISEI, TECSOFT, CODESE DF, ABITPTI, Brasil Startups, Instituto Illuminante e os empresários das empresas Cotidiano Aceleradora e Cedro Capital. E ainda, representantes de instituições de ensino e Governo do DF como: UnB, IFB, FAPDF, SEBRAE DF e Biotic.


Cristiane Pereira reforçou no debate a orientação das ações de gestão pública: “Cidade inteligente é feita para as pessoas e por pessoas!”, citando também o trabalho que vem desenvolvendo com o apoio do CODESE DF e da Administração do Guará, denominado HackacityGuará – Mutirão Cidade Inteligente, que tem como pilar a Carta Brasileira para Cidades Inteligentes e a Câmara de Turismo 4.0 que tem um GT 2 que fala sobre destinos turísticos inteligentes.


Clique aqui e baixa a Carta Brasileira de Cidades Inteligentes



Clique e conheça ao Documento de Ações e Programas do Turismo 4.0


Cristiane agradeceu aos organizadores do evento, pelo reconhecimento da Mulher na Tecnologia, como convidada à mesa representa o Setor Produtivo de TI do DF. Aos representantes do Governo do Distrito Federal, endereçou votos de parabéns, especialmente à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF e a Fundação de Apoio a Pesquisa do DF que realizam Edital de Animação do Ecossistema de Inovação. Este programa tem contribuído para o desenvolvimento de várias ações interessantes na Capital Federal e que devem ser observados pelo GDF garantindo a sua continuidade e entrega dos benefícios à sociedade em geral.


Fez uma menção positiva a questão do desenvolvimento dos Distritos Criativos e Tecnológicos que está se estruturando através da Secretaria de Economia do DF.

Em relação a pergunta feita pelo Fórum sobre as questões de apoio a área de TI do DF, Cristiane apontou:

  • Ações de continuidade aos editais da FAPDF.

  • Observação quanto a Trilha da inovação para as empresas e startups.



  • Observação quanto a inovação nas cidades

  • Distrito Criativo

  1. Identificação dos polos, como por exemplo, Setor Comercial Sul e Guará.

  2. Identificação das vocações / características locais com apoio da comunidade e sociedade daquele ambiente.

  3. Acesso aos equipamentos e soluções Públicas disponíveis nestes ambientes por todos partícipes do Ecossistema que ali convive, seja público ou privado.

Observou com alguns exemplos, que a iniciativa privada não consegue ter acesso ou uso dos equipamentos públicos como laboratórios públicos de TI, existentes nas cidades.

Os demais convidados também fizeram vários apontamentos complementares e sinérgicos, e ainda houve uma apresentação inicial de uma representante da CODEPLAN mostrando a visão do DF em relação a este segmento.

Este encontro faz parte das iniciativas da Secretaria de Economia do Distrito Federal e o Conselho Permanente de Políticas Públicas e Gestão Governamental do DF. Em ação conjunta com o Setor Produtivo e o Sebrae-DF, a realização do Fórum Econômico Pós-Pandemia visa debater publicamente o desenvolvimento econômico do DF pós-pandemia. O evento macro, composto pelas fases Tempo de Falar, Tempo de Ouvir e Tempo de Agir aconteceu seguindo o seguinte roteiro:

O "Tempo de Falar" trouxe a análise do atual cenário, realizado por meio de painéis temáticos e palestras acadêmicas apresentando dados reais da economia durante a crise pandêmica, gerando reflexões para as perspectivas pós-pandemia.

Já no bloco "Tempo de Ouvir" buscou-se objetivos para o evento a partir da contribuição do setor produtivo representado por diversos atores importantes e desta maneira, apontar sugestões para o desafio da retomada do crescimento econômicao da cidade no pós-pandemia. Todo o setor produtivo é convidado a apresentar dados e fatos para subsidiar a priorização das linhas de ações do Governo do DF.

Um documento de relatório será apresentado pelos representantes do GDF para formalizar o debate e a proposição de soluções capazes de orientar as políticas públicas tão necessárias para a retomada da economia no DF. Ponto de partida para o bloco "Tempo de Agir", a consolidação em um documento que servirá como guia para o monitoramento e implementação das ações, possibilitando a análise dos resultados almejados e que precisam ser alcançados.



O Espaço Multiplicidade tem se especializado em desenvolvimento de ecossistemas de inovação, ambientes de inovação, projetos ligados a cidades inteligentes e também atua como incubadora para startups.

Sigam nossas redes: @espacomultiplicidade

102 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo